Blog

3 motivos para usar portaria virtual em seu condomínio

Todo morador de condomínio se preocupa com a segurança do local onde mora. Independente da localização, sempre existem chances de roubos e assaltos acontecerem. Para que o local de moradia continue sendo símbolo de conforto e aconchego, é necessário tomar algumas providências para manter pessoal mal intencionadas longe.

A presença do porteiro cumpre bem esse papel. Mas, além de ser um grande peso no orçamento do condomínio, apenas um funcionário não é suficiente para manter a segurança de tantas pessoas.

Em tempos de crise como a que estamos vivendo atualmente, reduzir custos e investir em inovação é uma das melhores estratégias. Graças ao avanço da tecnologia, hoje é possível contar com a portaria virtual para manter a segurança do condomínio.

Quer saber mais sobre essa inovação e conhecer X motivos para usar a portaria virtual? Então, continue lendo esse texto!

Motivos para usar portaria virtual em seu condomínio

Segurança mais eficaz

Nos modelos tradicionais de portaria, a segurança de todos os moradores do condomínio é função de uma pessoa: o porteiro. Mas, esse funcionário, assim como todos nós, também pode sofrer com problemas pessoais ou de saúde e acabar se ausentando do trabalho.

Nesses casos, a portaria fica sob responsabilidade de funcionários folguistas, que nem sempre sabem exatamente o que fazer, ou pior: a portaria fica sem ninguém.

Ao usar a portaria virtual, você não sofre com esses problemas. Uma equipe é responsável por manter a segurança dos moradores do condomínio. Sendo assim, caso uma pessoa precise ficar em casa, outro funcionário é denominado para cobrir o seu turno. Além disso, em caso de problemas técnicos no sistema ou quedas de internet ou energia, o funcionário é encaminhado imediatamente para trabalhar de forma presencial na portaria.

Acesso individual e perímetro mais seguro

A biometria, senha ou chave eletrônica permite que os moradores entram e saiam do condomínio de forma mais prática e rápida. Dessa forma, pessoas estranhas são facilmente identificadas, pois não irão conseguir entrar automaticamente.

Também é possível instalar botões de pânico. Caso o condomínio passe por uma situação de perigo, os próprios moradores podem apertar esse botão. No mesmo momento, a empresa responsável pela portaria virtual irá entrar em contato com a polícia. Ao trabalhar com diversas câmeras que cobrem o perímetro, os agentes de segurança da portaria virtual ficam em alerta ao identificar qualquer movimento suspeito no condomínio ou na rua.

Funções redistribuídas

Mas, você deve estar pensando: quem vai fazer as outras funções do porteiro? O fato é que além de proteger o condomínio, o porteiro também separa cartas, recebimentos, encomendas, ajuda a carregar as compras, etc.

Porém, justamente por ter que cumprir essas tarefas, o porteiro deixa a portaria sem supervisão várias vezes ao dia. Além disso, o porteiro costuma acumular tarefas, já que o tempo que ele realmente passa observando o movimento e a entrada e saída de moradores é muito pequeno.

Para os condomínios que querem ter mais segurança no dia a dia, sem perder a praticidade de ter um porteiro atuando em outras funções, uma boa opção é a portaria híbrida, que une o atendimento presencial com o monitoramento remoto.

Se interessou pela portaria virtual? Se quiser instalar esse sistema no seu condomínio, entre em contato com a Torquato Freire Segurança! Visite nosso site e conheça os nossos serviços.